Sobre amores e garrafas vazias de vinho.

domingo, 15 de maio de 2011

Lembranças ...

Cartas ...
Bilhetes ...
Cinema ...
Pelúcia ...

O tédio estava começando a dominar o meu quarto, domingo é um dia amaldiçoado mesmo, então resolvi arrumá-lo na tentativa de matar este enfado. Enfim, encontrei disperso pelo quarto varias recordações, cuja uma grande parte delas estão ai nas fotos.

Bilhetes, missivas, “fragmentos”, presentes, pelúcias...  Varias colocações para o que eu chamo de ‘recordação’; “lembranças, puras pétalas de pólen metafóricas”.
Recordações seja elas de amizade, romances, noites, distância, fortes sentimentos...

Cada uma dessas cartas por trás se esconde um alguém! Um alguém que a qual eu guardo aqui dentro como uma historia (uma bela de uma recordação, uma noite maravilhosa, uma saudade ou sentimentos que ainda me procela).
Às vezes tudo pode ser desfeito com o nascer do sol, restando apenas às lembranças de algo que outrora foi mágico.
Lembranças cujas recordações tenho aqui dentro, mas  muitas outras tenho em mãos em forma de carta. Pode ser um simples pedaço de papel manchado por tinta de caneta, mas que carregam um mundo em cada linha.


Estou escrevendo aqui e nem sei o intuito deste teor. Talvez:

  ... pelas lembranças , algo que me fez lembrar de pessoas maravilhosas, cada uma dona de uma personalidade maravilhosa. Pessoas que conseguiram cortar o meu peito deixando cicatrizes, lembranças. Já outras, apenas alguns arranhões que há qual o tempo apagou;

  ...para tentar valorizar um pouco a carta, ninguém usa mais este meio para expressar sentimentos. Pode ser algo ultrapassado, mais é algo de grande valor, pois existe muito por trás daquelas linhas. Para o Destinatário: Um pedaço de papel com sentimentos escritos ali; Para quem escreve: Um pedaço de papel escrito entre uma taça e outra de vinho numa madrugada fria. Uma lagrima, uma angustia ou uma esperança entre um e outro parágrafo;

  ... para matar o tédio do domingo. Ou simplesmente para mudar a direção dos meus pensamentos. Direcioná-los para outro foco!


Então!!!
Poderia até escrever algumas palavras, para as “pessoas que se encontrarem” em algumas dessas fotos. Mais acho que essas palavras seriam melhores se fossem direcionadas unicamente a elas.
Então, encerro por aqui!

2 comentários:

Nanda disse...

"Me abrace"

MaJuH disse...

Adoro recordações, principalmente quando elas nos fazem lembrar pessoas, momentos especiais, acho que essas palavras nem precisam ser ditas, os destinatários já se sentem contemplados pelas fotos. ^^
Adorei o post...
Bjoosss querido!